Vamos nos preparar para o Dia das Mães?

18 de abril de 2019

Seven7th

Marketing Digital

0

Data é uma das mais movimentadas do varejo no Brasil, mas ainda tem muita gente que não consegue associa-la à sua marca ou produto. Aqui apresentamos alguns dados que podem ajudar bastante.

Grande parte dos varejistas do Brasil devem estar coçando as mãos: está chegando o Dia das Mães, uma das datas de maior movimento do comércio. É certo que o movimento vai aumentar, mas é interessante notar que, mesmo em se tratando de uma data tão tradicional, a grande maioria das marcas ainda não conseguiu se associar à data.

Tanto é assim que uma pesquisa recente, realizada pelo Google sobre o Dia das Mães, perguntou aos respondentes que marca lhes vinha à cabeça quando se falava sobre o tema: nenhuma marca de varejo conseguiu chegar a 3% das respostas. É sobre isso que vamos falar hoje, apontando alguns dados que podem ajudar sua marca a se aproximar deste universo.

Um ponto importante é que antes de mães, estamos falando de mulheres. Por isso é bom entender o contexto em que elas vivem. Para isso, a mesma pesquisa do Google nos dá uns insights bem interessantes, mostrando os novos espaços e papeis desempenhados por elas, tipo:

  • 35% dividem as responsabilidades, mas ficam com a maior parte das tarefas;
  • 30% são mães “solo”
  • 1 em cada 4 divide a criação dos filhos igualmente com os pais

A pesquisa também mostra as atividades às quais elas mais dedicam tempo:

  • Trabalhar fora – 38%
  • Cuidar dos filhos – 27%
  • Cuidar da casa – 16%
  • Estudar – 8%
  • Descanso e lazer – 5%
  • Cuidados pessoais/atividades físicas/outros – 5%

E também aonde elas mais buscam informações sobre maternidade e filhos. A fonte mais buscada (47%), é a internet e, na rede, os canais mais utilizados são:

  • Google – 45%
  • Youtube – 25%
  • Blogs/sites/fóruns especializados – 21%
  • Redes sociais – 18%
  • WhatsApp – 12%

Mais conectadas, elas buscam cada dia mais experiências reais, que as ajudem de fato nas mais diversas áreas, como saúde, educação, alimentação, produtos e promoções, e também compartilham mais as suas próprias experiências. Um dos resultados disso é um movimento sobre maternidade real, onde várias mães esperam ver uma representação menos romantizada da maternidade. Não é por acaso que a pesquisa mostra que 40% das mães acham a maternidade uma tarefa difícil, mas só 20% delas se sentem bem em falar sobre isso.

Um dos caminhos está aí. Embora recentes, já há no mercado marcas explorando estas representações “reais”, mostrando as dificuldades e vulnerabilidades da maternidade. Mas estas ainda são minoria. No geral, a maioria das mães não se sente representada nas propagandas, mas elas sabem o que gostariam de ver:

  • 38% – um contexto real de maternidade
  • 34% – medos e desafios da maternidade
  • 25% – famílias fora do formato tradicional
  • 22% – mães com outros interesses, além da maternidade
  • 21% – o lado positivo da maternidade
  • 17% – outras pessoas participando da criação dos filhos

A dica aqui é criar diálogos que mostrem a relação das mulheres com a maternidade de modo mais real, e não mais como super-heroínas. Na prática, isso significa ir além da relação mãe e filho, mostrando que a mãe não é a única responsável por este processo e, também, que ela tem outros interesses e papeis. O foco aqui é falar da mulher integral.


Entendendo isso, fica fácil perceber que o dia é delas, e não da casa. Isso significa que elas não querem utensílios domésticos. E é bom ser criativo nas ofertas. O estudo do Google mostra que o Dia das Mães de 2018 foi o melhor em cinco anos e que o deste ano pode ser tão bom. Mais que isso, a data pode ser bacana também para conquistar novos clientes, já que 6 em cada 10 pessoas dizem estar dispostas a fazer compras em um novo varejista na data este ano e 65% pretendem dar um presente de uma categoria diferente em 2019.

Neste ponto, a pesquisa também dá algumas dicas, mostrando o que elas mais gostariam de ganhar:

  • 33% – roupas, sapatos e acessórios
  • 22% – celulares/smartphones
  • 16% – perfumes e cosméticos
  • 14% – chocolates e flores
  • 13% – joias e bijuterias
  • 12% – eletroportáteis e eletrodomésticos

O fato é que é preciso ver o Dia das Mães com carinho e deixar de lado as visões e as campanhas tradicionais. Planeje bem, alinhe uma campanha saudável com sua equipe. Explore os dados que levantamos aqui, há bastante opções para presentear, manter o respeito e valorizar todas as mães e, acima de tudo, mostrar o quão importante elas são para nosso cotidiano.

Se houver mais alguma dúvida sobre como alcançar nichos, acesse: https://seven7th.com/marketing-digital-e-o-mercado-de-nichos/

Post by Seven7th

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *